Gingando pela Paz no Haiti

Relatos de um capoeirista em terras haitianas

Como tudo começou

 

O GINGANDO PELA PAZ nasceu de atividades realizadas ao longo de quatro anos em diversas comunidades do Rio de Janeiro que tinham como foco a mobilização popular para temas de interesse público. A inspiração surgiu com a participação do Contramestre Saudade, à época com 21 anos de idade e professor em capoeira, no Serviço Civil Voluntário, projeto oferecido pelo Viva Rio que objetivava ser uma alternativa ao Serviço Militar obrigatório, e estava direcionado para jovens em situação de risco social que ainda não tinham concluído o ensino fundamental. O contato com disciplinas como Direitos Humanos e Cidadania, a participação em ações voluntárias em comunidades como as Campanhas contra a Dengue e de Paz no Trânsito, somada a experiências internacionais em países como Zimbabwe, África do Sul, Alemanha e Espanha, levou-o a idealizar um projeto que objetivasse fortalecer a atuação da capoeira para o desenvolvimento social.

 

Concurso Jovens no Zimbabwe: divulgação do resultado

Concurso Jovens no Zimbabwe: divulgação do resultado

 

A idéia começou a ganhar forma com a participação da Associação de Capoeira Brasil-África, do qual Saudade  faz parte, em diversos eventos e campanhas promovidas pelo Viva Rio. Reunindo, posteriormente, outras representações em eventos como os “Abraços” à Lagoa Rodrigues de Freitas e das Praias de Ramos e Botafogo pela despoluição e preservação ambiental, a Caminhada Brasil Sem Armas, que objetivava a aprovação do Estatuto do Desarmamento, entre outros. A cada atividade eram mobilizados os grupos pertencentes àquela comunidade ou área. Começava a desenhar-se assim o Gingando pela Paz, uma  rede de capoeiristas que unidos pela mesma bandeira: a capoeira, e irmanados pelo sentimento de comprometimento e responsabilidade gingam para a construção de uma sociedade mais humana.

10 Respostas to “Como tudo começou”

  1. ricardo said

    100% paz

  2. ricardo said

    sespero que tenhão bastante forsas para segir em frrente
    ]

  3. Benny Oyama said

    This is so beautiful – salve capoeira, from Amherst, Masschussetts USA 🙂

    -Benny

  4. deiascrap said

    Trabalho lindo…cheguei por acaso…mas fiquei. Parabéns….abraço, Déia.

    • flaviosaudade said

      Ola Deia, agradecemos pela sua mensagem. Que bom que voce ficou!
      Quando puder visite o nosso facebook: Gingando pela Paz Haiti. Temos fotos, videos… Acho que voce vai gostar.

      Fraternal abraco de todos nos,

      Saudade

  5. José Carlos -pé de folha- said

    Muitos Parabéns pelo vosso projecto, excelente!!! axé

    • flaviosaudade said

      Ola Jose Carlos,

      Estou feliz em ver a sua mensagem. O projeto e’ a construcao de cada um de nos que acreditamos que
      um mundo melhor pode ser possivel.

      Fraternalmente,

      Flavio Saudade

  6. Vi hoje uma reportagem de como esta agora o Haiti e me surpreendi com a quantidade de crianças órfãs mas de 400 mil existem muitas pessoas que gostariam de adotar e se publicar como uma campanha mesmo nas redes ficaria muito feliz de saber que houve mudanças na vida de crianças que vivem á nestes orfanatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: