Gingando pela Paz no Haiti

Relatos de um capoeirista em terras haitianas

A Lagarta e a Borboleta

Posted by flaviosaudade em 12/11/2010

 

Estes dois anos de Haiti me proporcionaram algumas experiências interessantes e renderam boas histórias. Aqui é quase impossível um dia passar sem uma novidade, um fato inusitado. Nas atividades com nossos alunos, principalmente. Sempre acontece alguma coisa que rompe com a rotina, seja um problema novo ou um fato cômico, que nos oferece uma oportunidade de aprendizado, exigindo atenção especial, ou que nos descontrai e nos faz rir. 

Um desses fatos acontecerem alguns dias atrás. Estávamos no meio de uma e nossas aulas, quando resolvi dar uma volta fora do espaço onde nossas atividades acontecem. Durante essas caminhadas sempre recolho algum lixo, mando alguns alunos para casa após as suas aulas, converso com um ou com outro… Mas neste dia foi diferente. 

Enquanto caminhava com as crianças, vimos uma lagarta no meio do caminho, era grande e verde e se esforçava em arrastar-se. Claro, ela logo chamou a atenção das crianças que se divertiam vendo o esforço da visitante. Fui até um canto e busquei um pedaço de pau. Assim que cheguei perto da lagarta Cambaxirra, um de nossos alunos, pediu para que eu a matasse. Mata! Mata! Dizia ele sorrindo. Enquanto pegava a lagarta e colocava em um canto seguro expliva a ele que não iria fazer isso pois ela não fazia mal algum para nós. E que ela, como nós, tinha todo direito de viver. E ele teimava em dizer que eu tinha que sacrificá-la. Assim que dei as costas por alguns minutos ele a trouxe de volta e começou a brincar com ela. Ou seria melhor dizer… judiar dela? Mais uma vez peguei a lagarta e coloquei num canto. E agora um pouco mais duro lhe disse que ele deveria protegê-la, que ela estava rastejando daquela forma, mas logo teria asas e voaria muito alto. O dia terminou e voltamos para casa, como sempre bem exaustos da longa jornada. 

No dia seguinte, enquanto nos preparávamos para dar início ao treino com os nossos assistentes uma grande borboleta invadiu o espaço; voava no centro do espaço como se visse trazer um recado. Chamei o Cambaxirra, que veio correndo, mostrei-lhe a borboleta e disse: Está vendo só, ontem você queria matá-la. Hoje ela veio mostrar a você no que ela se transformou. Ela veio aqui pra você. E da mesma forma que ela se transformou e conseguiu voar e ser livre, você também é capaz. 

Ele me olhou, abriu um largo sorriso e saiu pulando e gargalhando de alegria enquanto foi chamar outros alunos para ver a borboleta. Ou seria mariposa? Em fim, não importa… Importa que naquele dia conseguimos aprender juntos com uma coisa tão simples. Provavelmente aquela borboleta não era a lagarta, pois nunca ouvi dizer que uma lagarta precisa apenas de um dia, ou menos disso, para realizar a sua transformação. Mas, de uma coisa estou certo, o Cambaxirra não matou a lagarta assim que dei as costas, o que era o meu medo, pois do contrário ele teria dito e toda história perderia o sentido.

Anúncios

2 Respostas to “A Lagarta e a Borboleta”

  1. Monique Antes said

    Mestre Saudade você é uma pessoa extraordinaria, ter lhe conhecido foi uma honra e receber estes post é uma benção, não deixe de me enviar, me emociono quando lembro do Haiti, de como era, de como ficou e da tua luta em jamais desistir de um povo tão sofredor mas ao mesmo tempo tão lindo de coração. Abraços aqui do Brasil….

  2. Simone said

    Que texto maravilhoso. Tomei a liberdade de indicá-lo no meu blog,apresentando um pequeno “aperitivo” dele e indicando teu site para que teu texto pudesse ser lido na íntegra. Parabéns pelo trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: