Gingando pela Paz no Haiti

Relatos de um capoeirista em terras haitianas

A Comunicabilidade na Capoeira

Posted by flaviosaudade em 20/02/2009

 

 

 

Uma das valências mais importantes da capoeira é a comunicabilidade, que está presente em diversos de seus elementos. Nos cânticos as mensagens estão sempre convidando o ouvinte para um exercício de reflexão. Mas, é no corpo que o diálogo parece ser mais intenso.

 

Para o iniciante, a capoeira apresenta inúmeros movimentos aparentemente estranhos. Principalmente os mais baixos, em que ele tem de estar em contato com o chão, é muito comum sentir desconforto, desequilíbrio. Parece mesmo que o corpo reclama no momento em que lhe é solicitada uma nova posição. E é muito comum o esquecimento das movimentações mais simples.

 

Porém, a maior parte desses movimentos não são novidade. Na infância o corpo está habituado a maior parte deles por conta do hábito de engatinhar. Mesmo uma queda normalmente não oferece grande risco, pois o contato com o chão é intenso. No entanto, no momento em que nos acostumamos a andar de pé isso vai se perdendo e o chão parece estar mais longe. Passamos a temê-lo, principalmente quando repentinamente temos de recorrer a ele. Neste momento é muito comum ocorrerem traumas e fraturas.

 

Porém, ainda que o praticante encontre dificuldade, todas essas informações continuam contidas em seu corpo, bastando apenas que ele as acesse. E é exatamente o que a capoeira oportuniza nos seus primeiros momentos de aprendizado. Permite ao praticante resgatar essas informações. Inicia-se aí uma das etapas mais importantes, em que ele começa a tomar consciência do seu próprio corpo. E apesar da dificuldade inicial, com a prática os movimentos se tornarão tão normais como o hábito de caminhar.

 

Por esta razão, nesta primeira etapa, é importante que o educador ensine movimentos em que o aluno esteja em contato com o chão, que exijam do corpo posições diversas. A ginga, as descidas como as esquivas, negativas e o aú oferecem resultados muito positivos e são extremamente importantes para toda a sua aprendizagem futura.

Anúncios

Uma resposta to “A Comunicabilidade na Capoeira”

  1. Olá Flavio Saudade, parabéns pelo trabalho e pelo crescimento e adensamento cultural que opera obrigatoriamente nessa convivência no Haiti.
    Ponto do catimbó: ”em terra estranha, pisa no chão devagar”.
    Um grande abraço,
    Joel Pires Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: