Gingando pela Paz no Haiti

Relatos de um capoeirista em terras haitianas

Archive for 3 de fevereiro de 2009

A necessidade faz o homem, e o homem as oportunidades

Posted by flaviosaudade em 03/02/2009

 

Meninos no Forte Nacional

Meninos no Forte Nacional

A necessidade faz o homem. Este é um ditado que ouço há muito tempo e concordo plenamente. É na necessidade até mesmo que descobrimos as nossas maiores capacidades e quiça nossas melhores virtudes. E no Haiti convivemos com essa realidade constantemente.

Um bom exemplo são os meninos que passam o dia na porta das bases militares para aprender a falar a língua portuguesa. Motivados em aprender o idioma, buscando alguma oportunidade ou mesmo alguns Gourdes, a moeda local, recepcionam os visitantes com um português bem claro.

 

 

Espera Edwin, tradutor e amigo

Espera Edwin, tradutor e amigo

 

E temos diversos casos de meninos como estes que conseguiram boas oportunidades. Como o Steeven, que teve a história mostrada em um dos programas da Regina Casé, e que agora está no Brasil para estudar. E o espera, que trabalha conosco como tradutor e nos assistencia nas aulas. Ambos com uma característica muito importante: a força de vontade. Característica que os levaram a dar uma guinada no rumo de suas vidas e vislumbrar um futuro bem diferente dos que lhe desejaram reservar.

 

Aos poucos, as coisas parecem melhorar. Com a estabilidade da segurança lojas estão sendo abertas, o turismo começa a aumentar e ainda que modestamente a economia começa a dar sinal de vida. E muito embora a situação seja crítica, fica sempre a esperança que mais jovens possam mudar os seus destinos e  lutar pos uma vida digna.

Anúncios

Posted in Gingando pela Paz no Haiti | 1 Comment »

“Deus ajuda, quem cedo madruga”

Posted by flaviosaudade em 03/02/2009

 

A sorte vem pra que trabalha

Não devo nada a ninguém

Quem espera do céu cair a chuva

Espera o quê lhe convém

 

Aquele que ara a terra

Está certo da colheita

Quem espera nascer somente

Não reclame da desfeita

 

Meu pai me disse um dia

Dê valor aquilo que é teu

Se não é meu é de alguém

Se é de alguém não é meu, Camará

 

E viva meu Deus!

 

(Saudade)

 

 

“Deus ajuda quem cedo madruga”. A sabedoria popular é um manancial de conhecimento, um livro vivo de aprendizado. Acredito que a ajuda qual esse está a se referir chega mais rápido para quem trabalha. E é exatamente isso que buscamos fazer. Dia após dia nos esforçamos em tornar nossas aulas cade vez mais siginificativas. Todo tempo refletimos sobre as melhores práticas de ensino e de como podemos aperfeiçoá-las. Dia-a-dia refletimos sobre novas atividades e avaliamos aquelas que temos realizado. Motivados em oferecer o melhor e buscar a excelência sempre.

 

Nesta busca colhemos muitos frutos; alguns doces e outros nem tanto. Mas, todos bem vindos, pois tanto um como o outro são necessários para a nossa caminhada.

 

 

 

 

 

Posted in Gingando pela Paz no Haiti | 1 Comment »