Gingando pela Paz no Haiti

Relatos de um capoeirista em terras haitianas

Apresentação para a Governadora Geral do Canadá

Posted by flaviosaudade em 25/01/2009

 

Cambaxirra e Quiça presenteando a Governadora com um berimbau

Cambaxirra e Quiça presenteando a Governadora com um berimbau

 No útimo sábado, 17, tivemos mais um momento importante para as crianças do projeto. Realizamos uma bela apresentação para Michaёlle Jean, Governadora Geral do Canadá que estava em visita ao Haiti. A apresentação aconteceu no Hotel Ollofsom e contou com a presença do Embaixador e da Embaixatriz do Brasil no Haiti, do novo Comandante do BRABATT Coronel Mercês, entre outras autoridades.

Foi uma ocasião muito especial pois voltávamos do período das festas. Os alunos ainda retornavam aos poucos e corríamos contra o tempo para reunir um número mínimo de participantes. Tínhamos duas semanas apenas para o evento e como a maioria estão em situação de rua a tarefa era muito difícil. Apesar de todos os nossos esforços apenas poucos alunos apareciam; o que nos preocupava profundamente, pois a capoeira seria a única apresentação a ser realizada naquela ocasião.

Aquecendo para a apresentação

Aquecendo para a apresentação

Já estávamos nos acostumando com a idéia de ter poucos alunos. Porém, na última aula, que antecedia a apresentação, fomos surpreendidos com um número expressivo de alunos. E, se antes estávamos apreensivos com a falta, agora nos preocupava o excesso de participantes. Mas, ao final, apesar de alguns contratempos, tudo saiu melhor que o esperado. Cerca de 40 alunos participaram da apresentação, que contou ainda com a participação de 4 soldados capoeiristas do Batalhão Brasileiro, lotados no Forte Nacional.

No entanto, não é nada fácil coordenar um grupo tão grande de crianças que em sua grande maioria nunca saíram do seu bairro. Foi visível o encanto deles pelo hotel, tanto que os pedidos para ir ao banheiro não pararam; um após outro, ou todos ao mesmo tempo. Claro que a maior parte pouco se demoravam no banheiro… era o simples desejo de andar pelo hotel.

Três fatos me chamou muito à atenção. Um foi o de as crianças, quase todas elas, pedirem para entrar na piscina. Perdi a conta das tantas vezes que tive de dizer, no meu pobre Kreol, que aquele dia tinha sido para jogar capoeira. Certamente a visão daquela piscina era um convite quase irresistível… O outro, foi quando levei um pequeno grupo ao banheiro. Fiquei impressionado ao vê-los comprimentando as pessoas (E não me recordo de eu mesmo o ter feito). “Bonsoir, Bonsoir… / Boa tarde, Boa tarde…” Tímidos, é verdade, mas de uma educação admirável. O terceiro fato aconteceu com o Cambaxirra, de 7 anos. Todos já tinham retornado do banheiro e faltava apenas ele. E após esperar tempo suficiente resolvi chamá-lo.
Ao abrir a porta encontrei-o com um sorriso largo no rosto brincando com a água que saía da torneira. Parece uma coisa natural, para quem está acostumado a ter água sempre. Mas, para quem convive com o problema da falta dàgua, quem não possui água encanada em sua casa ver a água caindo de uma torneira deve ser algo muito especial. Recorda-me os Trapalhões em O Mágico de Oróis, em que o quarteto sai em busca de água e após descer as escadarias do Cristo Redentor e as ruas do Concovado, no Rio de Janeiro, se depara com uma grande torneira. Momento realmente mágico. Mesma mágia que deve ter vivido o Cambaxirra.

Em fim, cada momento guarda uma oportunidade para aprender. Cada momento guarda uma lição que na maioria das vezes está escondida em pequenos detalhes, que às vezes passam despercebidos. Cabe a nós estarmos mais atentos e aproveitá-los ao máximo.

 

A Governadora presenteando os alunos da capoeira com um belo livro sobre o Canadá

A Governadora presenteando os alunos da capoeira com um belo livro sobre o Canadá

Anúncios

Uma resposta to “Apresentação para a Governadora Geral do Canadá”

  1. Cabeleira said

    Flavio, fiquei sabendo do seu trabalho pela comunidade do Mestre Pastinha, no Orkut. Já deixei lá meu recado, mas reforço aqui: parabéns, camarada. Isso sim é usar a força da capoeira no que ela tem de mais nobre. Emocionante.
    Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: